quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Hanseníase pode ser diagnosticada e tratada em qualquer unidade de saúde do DF



Hanseníase pode ser diagnosticada e tratada em qualquer unidade de saúde do DF

Janeiro é o mês para conscientização sobre a doença, que deixa de ser contagiosa assim que o paciente inicia o tratamento

O último domingo de janeiro — neste ano, dia 28 — é o Dia Nacional de Combate e Prevenção à Hanseníase. Além disso, por ser de conscientização sobre a doença, o mês recebe o apelido de Janeiro Roxo.
No Distrito Federal, a Secretaria de Saúde reforça que o diagnóstico e o tratamento podem ser feitos em qualquer unidade da rede pública.
Segundo a dermatologista da pasta Janaína Amorim, da equipe de Vigilância Epidemiológica em Hanseníase, a média dos últimos sete anos tem ficado estável, com cerca de 200 casos anuais. No ano passado, 217 pessoas foram diagnosticadas com a enfermidade em Brasília.
200Média de casos de lepra no DF dos últimos sete anos
Também conhecida como lepra, a hanseníase é transmitida pela bactéria Mycobacterium leprae e pode atingir pessoas de qualquer idade, homens e mulheres.
Para haver contaminação, esclarece Janaína, é preciso ter um contato íntimo e prolongado com a pessoa infectada que ainda não esteja em tratamento — assim que os cuidados para a cura começam, a bactéria para de evoluir e de ser contagiosa.
Por isso, o diagnóstico precoce é fundamental. “Temos de fazer o monitoramento na rede de pessoas que convivem com aquelas com hanseníase”, informa a médica.

Tratamento precisa ser feito por completo

Para descobrir se há infecção, é necessário um exame minucioso no corpo do paciente. A pessoa pode também fazer o autoexame e procurar por manchas nas costas, atrás da orelha e nas nádegas, entre outras partes.
tratamento leva de seis meses a um ano, em geral. Janaína ressalta que o paciente não deve abandonar o tratamento na metade, porque a bactéria pode desenvolver resistência ao medicamento.

Hanseníase é silenciosa e demora a se manifestar

A doença é silenciosa e pode demorar de dois a cinco anos para apresentar os sintomas iniciais.
“Na primeira mancha, não sabia o que era, aí fui perdendo a sensibilidade. Se eu tivesse tratado logo, teria feito a diferença”, conta um paciente da unidade básica de saúde do Núcleo Bandeirante que prefere não se identificar.
As perdas de sensibilidade em quem tem hanseníase são térmicas, dolorosas e táteis e podem ser percebidas em ações do cotidiano
Ele tem 43 anos, trabalhava com ferragem e teve de se aposentar por invalidez depois de contrair a doença.
Quando as primeiras manchas esbranquiçadas começaram a aparecer no braço, o homem pensou que pudesse ser pano branco — um tipo de micose — e esperou passar.
Demorou cerca de dois anos para ser diagnosticado. Já havia perdido o movimento de fechar a mão e de movimentar os dedos.
As perdas de sensibilidade em quem tem hanseníase são térmicas, dolorosas e táteis e podem ser percebidas em ações do cotidiano. “Você está andando, e o chinelo fica”, exemplifica o paciente do Núcleo Bandeirante.
Também é comum que as pessoas se queimem no fogão sem que percebam. “Eu evito ficar perto do fogo e de locais em que possa me cortar, porque não sinto.”

Inaugurações de obras começam nesta quinta-feira por Britânia



Inaugurações de obras começam nesta quinta-feira por Britânia
Data de publicação: 18 de janeiro de 2018 - 7:30




A programação de inauguração de obras pelo governador Marconi Perillo e presidente da Agetop, Jayme Rincón começa nesta quinta-feira, dia 18, em Britânia, município conhecido pelo Lago dos Tigres e banhado pelo Rio Vermelho.
Em Britânia, será entregue a restauração de 77 quilômetros da GO-173, que liga a cidade ao Entroncamento com a BR-070. O  custo da obra é de R$ 21 milhões.
Nesta sexta-feira, dia 19, será inaugurada a reconstrução da GO-222, trecho de Adelândia ao Entroncamento da GO-326, com 15,8 quilômetros. A obra foi concluída com o valor de R$ 5,4 milhões.
Também nesta sexta será entregue o prédio da Casa de Semiliberdade da Chácara do Governador, em Goiânia, com estrutura de salas, dormitórios, quadra, sanitários e dependências administrativas e de recreação, para abrigar menores infratores.
Neste sábado, dia 20, Palmeiras de Goiás recebe a comitiva governamental para a solenidade de entrega do Anel Viário de Palmeiras, com 12,4 quilômetros de extensão e valor de R$ 26,8 milhões.
O Anel dá acesso  a Palmeiras, e ainda a Indiara, Palminópolis, Paraúna e Nazário.
Mais informações: (62) 3265-4016 / 4050 / 4291

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Mais de 300 famílias participam do segundo sorteio dos apartamentos do Residencial Nelson Mandela



Mais de 300 famílias participam do segundo sorteio dos apartamentos do Residencial Nelson Mandela
Data de publicação: 18 de janeiro de 2018 - 8:21
 


Débora Sousa
Débora Sousa
Com participação de 306 beneficiários contemplados com moradias no Residencial Nelson Mandela, no Conjunto Vera Cruz II em Goiânia, a Agência Goiana de Habitação (Agehab) e Caixa Econômica Federal realizaram na tarde desta quarta-feira, dia 17, o segundo sorteio de endereços dos apartamentos. O sorteio aconteceu no ginásio da Escola Estadual Edmundo Rocha, na vizinhança do residencial, que está em fase de conclusão. A primeira beneficiária a ter o endereço sorteado foi Débora Souza, 28 anos, cadeirante que atualmente mora de aluguel com o marido e o filho de dois anos. Ela comemorou muito a conquista da casa própria. “Durante nove anos eu esperei por essa oportunidade. Esse apartamento tirou um peso enorme das minhas costas. Minha vida mudou. Agora minha família terá mais oportunidade e segurança”, contou Débora.
O momento de saber o endereço da futura moradia é um dos mais aguardados pelos beneficiários. Caso de Joaquim Rodrigues da Silva, que não estava conseguindo dormir nos últimos dias de tanta ansiedade, desde que recebeu a convocação da Agehab para o sorteio dos endereços. Ele completa 80 anos em fevereiro próximo e não se contém de alegria pela conquista da primeira casa própria. “Perdi minha esposa há cinco anos. Infelizmente ela não está aqui para comemorar com nossa família esta conquista. A coisa mais importante do mundo é ter um cantinho pra gente morar. Até que enfim a minha hora chegou”, disse Joaquim, com renda de apenas um salário mínimo proveniente da LOAS. Ele vai morar no Residencial Nelson Mandela com quatro dos oito filhos. Na solenidade do sorteio, ele foi acompanhado do filho Roberto Souza, de 60 anos, que também vai morar com o pai.
Débora Batista
Débora Batista
A costureira Débora Batista, 30 anos, disse que ficou sabendo das inscrições para os apartamentos do Residencial Nelson Mandela pela tevê e nem acreditou quando foi sorteada. Ela vai morar no apartamento com o marido Daniel, de 41 anos, e dois filhos. “Todos nós sabemos da importância da moradia em nossas vidas. Fico muito feliz em ver que o meu maior sonho tornou-se realidade. Agora, nós pretendemos investir o dinheiro que seria do aluguel na educação e saúde de nossos filhos”. Assim como os outros beneficiários convocados, a costureira sorteou o próprio endereço e agora aguarda convocação para a vistoria do seu apartamento.
Depois dos endereços sorteados, a Caixa elabora os contratos de financiamento dessas famílias, que vão pagar prestação de R$ 80,00 a R$ 270,00. A próxima fase será a convocação pela Agehab para a vistoria dos apartamentos, etapa que precede a entrega das chaves. Essas famílias serão chamadas pela Agehab para reunião na sexta-feira, dia 19, de orientação sobre a gestão condominial. E no período de 25 a 27 de janeiro para a eleição dos síndicos dos condomínios que vão ocupar. Foram convocados para este segundo sorteio beneficiários que não compareceram ao primeiro grande sorteio, ocorrido em agosto último no Ginásio Goiânia Arena, famílias com cadastros aprovados posteriormente pela Caixa e cadastro de reserva convocado.
A conclusão da primeira etapa do Residencial Nelson Mandela, com 1.616 apartamentos, segundo o presidente da Agehab, Luiz Stival, é uma vitória para o Governo de Goiás. “Este empreendimento atende as famílias que mais precisam. O aporte de recursos do Governo de Goiás permitiu prestações acessíveis às famílias. Tivemos um processo seletivo com a participação de mais de 60 mil pessoas, com total transparência e acompanhamento do Ministério Público Federal para assegurar que essas moradias fossem destinadas às famílias que realmente precisam”, salientou Luiz Stival, acrescentando que a Agehab atua agora para fechar a contratação de mais 3 mil unidades para o Residencial, que está sendo construído em várias áreas que pertenciam à Agência no Conjunto Vera Cruz.
Luiz Stival destacou ainda o empenho da Agehab em cumprir a determinação do governador Marconi Perillo na redução do déficit habitacional no Estado. “Estamos bem adiantados com o processo de contratação de novas moradias. A meta é chegar ao final do ano com mais 30 mil unidades contratadas para atender todos os 246 municípios”, informou.
Residencial Nelson Mandela
O Residencial Nelson Mandela está localizado no Setor Vera Cruz, região Oeste de Goiânia. A primeira etapa, com 1.616 apartamentos, está em fase de conclusão. Já foram entregues pelo Governo de Goiás 400 apartamentos do residencial, em outubro último.
A obra vem sendo executada com recursos do Cheque Mais Moradia, do Governo de Goiás, no valor de mais de R$ 24 milhões, em parceria com a Caixa (Fundo de Arrendamento Residencial – FAR). As unidades estão divididas em blocos de quatro andares com 16 apartamentos por bloco, quatro por andar. Os apartamentos contam com 42,9m², divididos em dois quartos, com sala, cozinha, área de serviço e banheiro. As famílias vão arcar com financiamento de 10 anos, com prestações decrescentes que variam de R$ 80,00 a R$ 270,00.
Mais Informações: Atendimento Agehab: 3096-5050
Assessoria de Imprensa Agência Goiana de Habitação (Agehab)

“Com muita alegria ajudo o governador a resolver o problema de abastecimento de água em Goiás”, afirma ministro Baldy



“Com muita alegria ajudo o governador a resolver o problema de abastecimento de água em Goiás”, afirma ministro Baldy
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 13:41



Foto: Wagnas Cabral.
Foto: Wagnas Cabral.
Durante vistoria das obras do Sistema Produtor Corumbá IV, em Valparaíso de Goiás, o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, disse que se sente feliz por poder ajudar o governo de Goiás a resolver o problema de abastecimento de água. “Governador Marconi e vice-governador José Eliton, é com muita alegria que eu, como goiano, filho desse estado, auxilio na realização dessa obra e de tantas outras que fechamos parceria”, afirmou Baldy, se referindo aos quase R$ 400 milhões viabilizados recentemente para obras de saneamento em Goiás.
“Juntos, governador Marconi, estamos trabalhando para transformar o Brasil em um país cada dia melhor, com mais emprego, mais renda e comida na mesa. Mas, acima de tudo, com qualidade melhor para as famílias”, acrescentou Baldy.
O ministro reforçou que o Sistema Corumbá IV vai beneficiar quase três milhões de pessoas, garantindo água potável aos municípios goianos de Luziânia, Novo Gama, Valparaíso e Cidade Ocidental, além de cidades do Distrito Federal. O projeto é uma iniciativa dos governos de Goiás e do Distrito Federal, executado por meio do Consórcio Corumbá – Saneago e Caesb.
“Com todo esse esforço e união, conseguiremos inaugurar, ainda em 2018, este importante empreendimento e levar água às famílias de Goiás e do Distrito Federal acabando com uma de suas maiores agonias”, concluiu Alexandre Baldy.
InvestimentosO governador Marconi Perillo conseguiu garantir junto ao Ministério das Cidades, somente nos últimos 30 dias, quase R$ 400 milhões para obras de saneamento em Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiânia. Ele empenhou-se pessoalmente para destravar trâmites burocráticos e garantir contrato com Ministério e Caixa Econômica Federal em 15 dias.
Convênio assinado por Marconi e Alexandre Baldy, no dia 29 de dezembro, permitiu a destinação de R$ 264,6 milhões para a ampliação do Sistema de Água de Aparecida de Goiânia, por meio da integração com Goiânia, a partir do Sistema Produtor João Leite, com o Sistema Meia Ponte – o Projeto Linhão.
O mesmo contrato destina R$ 114 milhões para a ampliação, melhoria e reestruturação do Sistema de Abastecimento de Água de Anápolis, compreendendo a extensão das captações Piancó I e II, implantação de novo módulo de tratamento para a ETA Anápolis (incremento de 400 litros por segundo), centros de reservação, elevatórias de água tratada e remodulação e ampliação de redes de distribuição.
No caso de Aparecida, o empreendimento permitirá que o município seja totalmente abastecido pelo novo Sistema Mauro Borges (João Leite), que substituirá, gradativamente, os sistemas Lajes e demais existentes, além de abastecer regiões atualmente não atendidas, viabilizando a universalização dos serviços.
Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás

Saúde recomenda vacina contra febre amarela aos não imunizados



Saúde recomenda vacina contra febre amarela aos não imunizados
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 14:08


saúde 1Goiás está em uma posição confortável em relação à febre amarela, com o índice de vacinação acima de 95% na maioria dos municípios. Apesar disso, o secretário da Saúde de Goiás, Leonardo Vilela, conclama as pessoas que ainda não receberam a dose da vacina a ir ao posto de saúde mais próximo para se imunizar contra a doença.
Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, dia 17, Leonardo Vilela informou que Goiás é apontado pelo Ministério da Saúde como área com recomendação de vacinação contra a febre amarela. Os registros da SES-GO indicam que em 186 municípios goianos (76%) o índice de cobertura vacinal é superior a 95%.
Em outros 56 municípios (22,7%), a cobertura da vacina contra a doença varia de 50% a 95%. Em apenas quatro municípios do Estado – Goianésia, Ipiranga de Goiás, Montividiu e São Simão – os níveis de vacinação são inferiores a 50%.
Para garantir a proteção a toda a população goiana, a SES-GO está recomendando às Secretarias Municipais de Saúde com coberturas inferiores a 95% a intensificar a vacinação contra a febre amarela, inclusive com a identificação das pessoas não imunizadas. A mesma determinação está sendo dada aos gestores municipais das localidades onde há grande fluxo de turistas de outros Estados e países e, também, de trabalhadores rurais provenientes de outras regiões brasileiras.
A vacina contra a febre amarela deve ser tomada uma única vez na vida. Ela garante a proteção à doença dez dias após a aplicação da dose. Em Goiás, acentua Leonardo Vilela, não há falta de vacinas. Diferente do que está acontecendo em estados como São Paulo, Minas Gerais e Bahia onde está sendo aplicada a dose fracionada (que imuniza a pessoa por 8 anos), em Goiás sempre foi utilizada a dose padrão, que garante a proteção por toda a vida.
Dengue
Os números de casos confirmados de dengue no Estado diminuíram significativamente do ano passado em relação a este ano. De acordo com os dados do Boletim Epidemiológico da Dengue, a quantidade de casos notificados na primeira semana deste ano é 78,83% inferior à registrada no mesmo período do ano passado. Nos primeiros sete dias de 2017 foram notificados 1.507 casos da doença, enquanto neste ano, no mesmo período, foi feito o registro de 322 casos.
Mesmo com o registro da curva decrescente da doença, o secretário Leonardo Vilela chama a atenção da população para a eliminação dos focos do Aedes aegypti em suas residências. Os levantamentos da SES-GO também apontam uma elevação da infestação do mosquito no período chuvoso, fato que acende um sinal de alerta. Em dezembro de 2016, o índice de infestação predial em Goiás era de 1,17%. Já em dezembro do ano passado, esta taxa foi de 1,36%.
“Estamos intensificando as visitas domiciliares da operação Goiás contra o Aedes para a eliminação dos focos e conscientização dos moradores para o monitoramento rotineiro em seus domicílios”, sublinhou o secretário. “É fundamental que as pessoas recolham de suas casas todo e qualquer objeto que acumula água parada, entre os quais pneus, tampas de garrafa, latas e copos descartáveis”, enfatizou.
Só no ano passado foram realizadas em todo o Estado 21,7 milhões de visitas aos imóveis residenciais feitas por equipes compostas por profissionais da SES-GO e do Corpo de Bombeiros.
Comunicação Setorial da Secretaria da Saúde de Goiás
Mais informações: (62) 3201-3784, 3201-3816 e 3201-3811

Casa Legal coleta assinaturas no Bairro Morada Nova, em Anápolis



Casa Legal coleta assinaturas no Bairro Morada Nova, em Anápolis
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 14:48



A Agência Goiana de Habitação (Agehab), por meio do programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão, realiza na tarde desta quarta-feira, dia 17, a coleta de assinaturas em escrituras de 61 famílias do conjunto Morada Nova, em Anápolis, bairro criado na primeira gestão do governador Marconi Perillo. O atendimento é feito na antiga escola Milenium, na Avenida Elias Zac Zac, desde as 14 horas. As famílias convocadas assinam as escrituras, que depois serão enviadas para registro em cartório.
Beneficiário assina escritura de casa do Residencial Morada Nova
Beneficiário assina escritura de casa do Residencial Morada Nova
A coleta de assinaturas é uma das últimas etapas do processo de regularização fundiária, que termina com a entrega gratuita da escritura aos beneficiários. O presidente da Agehab, Luiz Stival, destaca a importância social do Casa Legal.
“Com a escritura na mão, a família tem a tranquilidade de saber que o imóvel está regularizado, é como se fosse a identidade da casa. E todo o processo é concluído de forma gratuita pois muitas famílias não têm como arcar com uma despesa tão alta.
O programa atende famílias ocupantes originárias destas áreas e com renda de até quatro salários mínimos. São mais de 50 municípios atendidos com o programa e mais de 100 bairros legalizados, com a marca de 20 mil escrituras entregues.
No Bairro Morada Nova, a Agehab já entregou 199 escrituras e atua para regularizar outros 114 imóveis, entre eles os 61 que estão em fase final.
Anápolis vem sendo beneficiado pelo Governo de Goiás desde 2011 em todos os programas habitacionais. A Agehab já celebrou vários convênios com o município, que resultaram na reforma de 1.171 unidades habitacionais, com mais de R$ 2,8 milhões investidos do programa Cheque Reforma. O Governo do Estado entregou no final de 2016 o Residencial São Cristóvão com 640 unidades habitacionais. Outras 227 unidades habitacionais estão em andamento no município, com quase R$ 10 milhões em recursos investidos do tesouro estadual.
Programa
Criado em 2011, o programa Casa Legal é responsável pela regularização de cerca de 50 mil imóveis em todo o Estado. São 104 bairros implantados em área de domínio do Estado, distribuídos em 52 municípios goianos em atendimento. Já foram entregues cerca de 20 mil escrituras registradas, gratuitamente, a maior parte no município de Goiânia, principalmente na região Noroeste.
Assessoria de Imprensa Agehab
Mais informações: (62) 3096.5015 e 3096.5016

Lei reduz valor de multa do ICMS



Lei reduz valor de multa do ICMS
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 15:17



Desde terça-feira, dia 16, as multas pagas pelos contribuintes em Goiás não podem mais ser maiores do que o valor das mercadorias, bens ou serviços prestados. O valor da multa fica limitado ao valor do imposto, como estabelece a Lei 19.965, publicada na edição de terça-feira no Diário Oficial do Estado (DOE). Até agora não havia limite para a multa que, em alguns casos ultrapassava 100%.
Multas para penas acessórias correspondentes à Escrituração Fiscal Digital (EFD) foram especificadas, com valores diversos, em acréscimo ao artigo 71 do Código Tributário Estadual (CTE) e 71-A. É para adequar a Escrituração Fiscal Digital (EFD) às novas tecnologias e códigos no sentido de facilitar o trabalho contábil das empresas, bem como o seu acompanhamento por parte dos técnicos da Pasta.
Também foram alterados os artigos 25, 71, 147, 171, entre outros, com a intenção de aumentar a efetividade no combate à sonegação fiscal. Foi especificada a multa para a empresa que deixar de informar ou informar de forma incorreta, em documento fiscal, o código GTIN (código de barra) e alterados os valores das multas para crédito tributário inscrito na dívida ativa.
O superintendente Executivo da Receita, Adonídio Neto, ressaltou que os tribunais superiores têm posicionamento contrários à aplicação de penalidades (multa formal) acima do imposto devido. “Goiás está se adequando a estas decisões judiciais”, frisa. A nova lei alterou a lei 11.651, de dezembro de 1991.
Comunicação Setorial – Sefaz

Ex-marido é preso suspeito de matar cabeleireira em Inhumas



Ex-marido é preso suspeito de matar cabeleireira em Inhumas
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 15:35



policia-civil-encontra-corpo-de-cabeleireira-desaparecida-em-inhumas-1A Polícia Civil, através da Delegacia Distrital de Inhumas, encontrou em um canavial, nesta terça-feira, dia 16,  o corpo da cabeleireira Lorraine Fernandes, 32 anos, que estava desaparecida desde o último dia 26 de dezembro, após sair de uma agência bancária na cidade.
Segundo o delegado Humberto Teófilo, a cabeleireira foi morta a mando do ex-marido Rogério Trindade do Couto, 38 anos, que não aceitava a separação. O delegado explica que a investigação constatou que o crime foi cometido por Dioy Belarmino dos Reis, de 18 anos, ex-funcionário do supermercado do atual marido de Lorraine. Tanto o mandante como o executor já estão presos.
O delegado explicou que após pegar carona com Lorraine, Dioy disse a ela que a mataria a mando do ex-marido, que seguia o carro. No canavial, Dioy teria efetuado três disparos contra a cabeça da cabeleireira, que foi amarrada e deixada no canavial. O ex-marido nega participação no crime que foi confessado pelo executor.
Os dois vão responder por sequestro, feminicídio qualificado, ocultação de cadáver e porte ilegal de arma.
Para Humberto Teófilo, o caso foi solucionado graças ao empenho da equipe de policiais, que desde o desaparecimento de Lorraine fez um excelente trabalho, e à sociedade que aderiu à campanha que a delegacia lançou nas redes sociais para descobrir o paradeiro da cabeleireira.

Governo tem balanço positivo na elaboração, aprovação e sanção de leis em 2017



Governo tem balanço positivo na elaboração, aprovação e sanção de leis em 2017
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 15:41



No período de janeiro a dezembro de 2017 foram enviados à Assembleia Legislativa 263 projetos de lei de autoria da Governadoria, que resultaram em 222 autógrafos de lei após votação e aprovação pelos parlamentares, e se tornaram leis sancionadas pelo governador Marconi Perillo. O balanço é da Secretaria de Estado da Casa Civil. Outras 220 leis sancionadas no ano passado foram de iniciativa parlamentar e 22 de iniciativa de outros órgãos.
Entre os destaques do período estão a Lei 19.587 de 10/01, que estabelece normas para a realização de concursos públicos no âmbito da administração estadual. Ela visa combater a tentativa de burlar os concursos públicos, define normas de organização e procedimentos, prevê garantias que possibilitem seu pleno exercício pelos cidadãos e busca reduzir a judicialização do tema. A Lei dos Concursos Públicos, como é conhecida, foi elaborada pela Casa Civil com base em consulta popular pela internet, e é considerada um avanço pelos especialistas da área.
Decretos
No ano anterior, entre os 270 decretos numerados baixados pelo governador Marconi Perillo, merecem ser citados aqueles de números 8.892, que institui o Programa Estadual para Desenvolvimento da Energia Solar Fotovoltaica (Programa Goiás Solar); 8.946, que institui o Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento de Política para População em Situação de Rua no Estado de Goiás; e 8.960, que institui e Regulamenta o Programa Goiano de Parques Tecnológicos.
Também são considerados relevantes os decretos de números 8.993, que estende o Programa Passe Livre Estudantil aos municípios de Anápolis e Rio Verde; 9.001, que cria o Comitê Estadual da Reserva da Biosfera do Cerrado em Goiás; e 9.107, que institui a Carteira de Identificação do Autista no âmbito do Estado de Goiás.
Atos da Casa Civil
Conforme levantamento da Secretaria da Casa Civil, em 2017 os atos do governador somaram 11.149, incluindo ofícios (1.273), ofícios mensagem (263), autógrafos de lei (470), despachos (718), leis ordinárias (386), leis complementares (11), decretos numerados (270) e decretos orçamentários (540). Os decretos administrativos (exonerações, nomeações, disposições e diversos) totalizaram 2.403 no ano anterior. Também foram elaboradas 4.815 notas técnicas.
Os atos do secretário da Casa Civil atingiram a quantidade de 7.450 no período, abrangendo ofícios, despachos, portarias (aposentadorias; retificações de aposentadorias, retificações de nome, CPF e cargo; exonerações a pedido, retificações de exonerações, reconhecimento de cursos, disposições e diversos), juntamente com os atos da Superintendência de Legislação, Atos Oficiais e Assuntos Técnicos, Superintendência Executiva e Chefia de Gabinete. No ano de 2017, foram autuados na Casa Civil 6.215 processos.
Advocacia Setorial
Em 2017, a Advocacia Setorial da Secretaria da Casa Civil totalizou 1.664 expedientes, entre memorandos, despachos, pareceres, contestações em mandado de segurança e injunção, informações em mandado de segurança e injunção, recursos (agravos/contrarrazões/petições interlocutórias) e ofícios expedidos.
Do total de 1.412 processos que deram entrada nesta unidade consultiva para análise, 916 eram de natureza administrativa e 496 de natureza judicial, dos quais 1.382 já foram apreciados e apenas 40 restavam pendentes para avaliação. A Advocacia Setorial da Casa Civil destaca que, entre os processos administrativos estão incluídos aqueles da Secretaria de Estado da Casa Militar, atendendo a determinação de Portaria do Procurador-Geral do Estado, que lhe atribuiu competência para se manifestar nos processos do então Gabinete Militar da Governadoria.
No mesmo período, foram qualificadas por meio de decretos do Governador 11 Organizações Sociais (OSs) das áreas de educação, saúde, cultura, educação profissional e tecnológica, pesquisa científica, e desenvolvimento tecnológico.
balanço casa civil 2017












Comunicação Setorial da Secretaria de Estado da Casa Civil


Cineteatro São Joaquim abre 2018 com Duas Irenes



Cineteatro São Joaquim abre 2018 com Duas Irenes
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 16:08



12.01.2018 Cine São Joaquim imagem1O Cineteatro São Joaquim, na cidade de Goiás, abre a programação 2018 com sessões de cinema, sempre com filmes dos gêneros cult e popular. Na próxima sexta-feira, dia 19, será exibido o filme As Duas Irenes em uma sessão para convidados que inaugura a programação de cinema do espaço. O filme fica em cartaz por duas semanas, com sessões às 19h e 21h. Os ingressos são a preços populares, com R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia). Em seguida, entra em cartaz o filme Corpo e Alma, premiada produção húngara, a partir do dia 03 de fevereiro.
Produção goiana dirigida por Fábio Meira, o longa-metragem As Duas Irenes é um grande sucesso nacional que acumula prêmios em festivais como o de Gramado e o Festival de Berlim. A obra tem patrocínio do Fundo de Arte e Cultura e da Lei Goyazes, mecanismos do Governo de Goiás, gerenciados pela Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce).
Protagonizado pelas jovens atrizes goianienses, Priscila Bittencourt e Isabela Torres, que fazem sua estreia no cinema, a obra traz no elenco também Marco Ricca (como o pai), Susana Ribeiro e as atrizes do Grupo Galpão Inês Peixoto e Teuda Bara. O cenário da trama é a cidade de Goiás. No filme, Irene, uma garota de 13 anos, de uma família tradicional do interior, descobre que seu pai tem uma filha de outra mulher, com a mesma idade e o mesmo nome dela. Sem que ninguém saiba, ela decide procurar a garota e um mundo de descobertas se inicia.
12.01.2018 Corpo e Alma 74b70e117240790040e9a0b48f4f91c3_XLO filme Corpo e Alma, da cineasta Ildikó Enyedi, foi produzido na Hungria. Vencedor do último grande prêmio de melhor filme no Festival de Berlim, acumula prêmios também em festivais da Austrália e Índia, além de poder ser um dos concorrentes ao Oscar.
A produção conta uma história de amor que começou em sonhos. Os jovens Mária e Endre não se conhecem, mas tem sonhos exatamente iguais. A intenção da narrativa, previsível e árdua, é aproximar duas pessoas que não sabem amar. O filme tem classificação indicativa para maiores de 18 anos.
Serviço:
Programação 2018 do Cineteatro São Joaquim
Filme: As Duas Irenes (Brasil)
Sessão para convidados: dia 19/01, às 20h
Em cartaz a partir do dia 20/01, às 19h e às 21h
Filme: Corpo e Alma (Hungria)
Em cartaz a partir do dia 03/02, às 19h e às 21h
Cineteatro São Joaquim (cidade de Goiás)
Ingressos: R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia)

Comunicação Setorial Seduce. 

HMI promove workshop de enfermagem sobre trabalho de parto



HMI promove workshop de enfermagem sobre trabalho de parto
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 17:09



A Gerência de Enfermagem do Hospital Materno Infantil (HMI), em parceria com o Programa de Residência em Enfermagem Obstétrica, promove nesta sábado, dia 20, das 8 às 12 horas, no auditório da unidade, em Goiânia, o workshop Assistência de Enfermagem no Período Expulsivo do Trabalho de Parto, ministrado pela enfermeira obstétrica convidada, Priscila Salomão.
O seminário é voltado para todos os profissionais de Enfermagem que atuam na área da obstetrícia da unidade e da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL). Ao final do evento será entregue o certificado com carga horária de cinco horas.

Goiás tem queda em todos indicadores criminais monitorados pela SSP



Goiás tem queda em todos indicadores criminais monitorados pela SSP
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 17:27



secretario ricardo balestreriGoiás registra queda nos 12 indicadores criminais monitorados em 2017. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, dia 17, pelo secretário de Segurança Pública, Ricardo Balestreri. “A redução da criminalidade comprova que nossas ações estão, de fato, desarticulando o crime organizado”, afirmou. Segundo ele, os resultados são bastante expressivos. “Goiás é um paradigma nacional no que se refere ao enfrentamento com a violência”, declarou.
O comparativo é de janeiro a dezembro de 2017 com igual período de 2016. Homicídios recuaram 12,53%. Estupros apresentaram queda de 10,28%. Latrocínios baixaram 37,72%, enquanto as tentativas de homicídio caíram 20,46%.
“As forças policiais goianas são fortes e atuantes. Saem às ruas para servir a sociedade e o resultado são as quedas constantes na criminalidade”, ressaltou Ricardo Balestreri. Ele destacou os investimentos realizados pelo governador Marconi Perillo desde aquisição de viaturas, equipamentos, fortalecimento dos serviços de inteligência e novos concursos para
Roubos a transeuntes despencaram 26,37%, ao passo que roubos de veículos cederam 25,92%. Casos de roubos em comércios recuaram 33,64% e roubos em residências (-21,74%). O relatório do Observatório de Segurança da SSP também aponta queda de 19,23% no número de furtos a transeuntes, bem como redução de 12,65% nos furtos de veículos. Furtos em comércio regrediram 16,13% e, em residências, 4,52%indicadores 1
IntegraçãoAo analisar os indicadores, Balestreri destacou a importância da integração entre as forças policiais. “O trabalho conjunto tem sido fundamental para obtermos resultados tão relevantes. Esse é o modelo ideal”, garantiu.
A política de integração entre as forças policiais é amplamente defendida pelo governador Marconi Perillo e pelo vice-governador José Eliton. As ações conjuntas tiveram início em 2016, na gestão do vice-governador à frente da Secretaria de Segurança Pública. Na época, idealizou e instituiu o Pacto Integrador de Segurança Interestadual que reúne estados de todas as regiões do País em ações de inteligência e operações integradas no combate ao crime organizado.
Dezenas de organizações criminosas foram identificadas e desmanteladas pelas forças policiais nessa atuação integrada que também apreendeu grandes quantidades de drogas e armas.
Participaram da apresentação dos indicadores o superintendente executivo da SSP, tenente-coronel Newton Nery de Castilho; comandante-geral da Polícia Militar, coronel Divino Alves; delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Marcelo Aires Medeiros; comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Carlos Helbingen Júnior; e tenente Tenison Machado Durões, do Observatório de Segurança Pública.
Fotos: André Costa
Assessoria de Imprensa da Secretaria de Segurança Pública de Goiás

Sol em grande parte de Goiás nesta quinta-feira


Sol em grande parte de Goiás nesta quinta-feira
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 18:04



De acordo com o Núcleo de Meteorologia de Goiás, nesta quinta-feira, dia 18, o dia permanecerá com o predomínio de sol em grande parte do Estado, principalmente nas regiões Central e Nordeste. Nas demais áreas o dia será com possibilidade de pancadas de chuvas isoladas devido a áreas de instabilidade.
Em Goiânia, mínima de 21ºC, máxima de 32ºC e umidade relativa do ar variando entre 24% e 74%.
No Norte e no Leste, a previsão é de céu claro com poucas nuvens. No Norte a temperatura mínima deve ser de 22ºC, a máxima de 35ºC, com a umidade entre 24% e 50%. No Leste, mínima de 19ºC, máxima de 29ºC e umidade relativa do ar entre 24% e 55%.
No Sul do e na região Central, variação de nuvens pela manhã, com chance pequena de pancadas de chuva localizadas, acompanhadas de trovoadas à tarde.
No Sul, a temperatura mínima deverá ser de 23ºC, máxima deve ser de 33ºC, e a umidade do ar entre 23% e 85%. Na região Central do Estado, a mínima deve ser de 20ºC e a máxima de 28ºC, com umidade do ar entre 23% a 62%.

Novatos têm nova chance de matrícula na rede estadual a partir de segunda


Novatos têm nova chance de matrícula na rede estadual a partir de segunda
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 19:00



matriculaAinda dá tempo de fazer a matrícula na rede estadual. Estudantes novatos que perderam o prazo de solicitação de vagas devem procurar diretamente a escola de interesse, a partir de segunda-feira, dia 22, para saber sobre a disponibilidade de vagas na instituição de ensino.
Os pais ou responsáveis devem ir até a unidade com os seguintes documentos: Registro de Nascimento, comprovante de endereço atualizado, CPF do aluno ou responsável e Histórico Escolar. Na escola, também será preciso informar a série e o turno pretendidos.
O período de solicitação de vagas para os alunos novatos teve início no dia 27 de novembro e foi encerrado no dia 29 de dezembro de 2017. Os cadastros foram exclusivamente pela internet.
Mais informações: (62) 3201-3004
https://www.youtube.com/watch?v=ilrqq1ocIiE

Banda Rolê de Triiio promete animar os pacientes do HGG



Banda Rolê de Triiio promete animar os pacientes do HGG
Data de publicação: 17 de janeiro de 2018 - 19:00



foto_rollê_de_trioO suingue brasileiro vai tomar conta do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG nesta quinta-feira, dia 18, a partir das 18h30. A banda Rolê de Triiio promete animar os pacientes com canções descontraídas, que vão desde o rock nacional até o funk carioca. Junto há mais de um ano, a banda genuinamente goiana é formada pelos músicos Bruno Borges (violão e vocal), Ítalo de Oliveira (percuteria) e Rodrigo Makarrão (vocal e pandeiro), que se apresentam voluntariamente no projeto Sarau.
A Rolê de Trio surgiu da amizade entre os músicos que se conheceram na banda Los Julios. Atua de forma independente e prepara seu primeiro álbum, que está em processo de produção. Os integrantes Ítalo e Rodrigo já participaram do projeto Sarau do HGG em 2016, quando levaram o melhor do samba rock, em uma apresentação com muita interação com o público. No repertório deste ano, os músicos pretendem levar sucessos da Legião Urbana, Alceu Valença e até mesmo MC Kevinho.
Nome
O nome Rolê de Triiio surgiu da necessidade de divulgar o trabalho dos músicos que se apresentavam no “rolê” entre os amigos. “Como somos três integrantes que tocam de forma animada, levando alegria como nos trios elétricos de carnaval, surgiu a ideia do nome ‘Rolê de Triiio’, conta o percussionista Ítalo.
Comunicação Idtech